Piratas somalis liberam cargueiro com 12 tripulantes

Embarcação havia sido sequestrada no último sábado

EFE |

Bruxelas - O cargueiro com bandeira do Panamá e operado por uma empresa grega, sequestrado este sábado com 12 tripulantes ucranianos a bordo, foi liberado depois que os piratas abandonaram a embarcação, informou à Agência Efe a força naval da União Europeia (EUNAVFOR).

O cargueiro "MS Lugela", que se encontrava a poucas milhas do litoral somali, se dirigia para as ilhas Maurício quando foi interceptado por um grupo de piratas e obrigado a mudar de rumo para o continente africano. A força naval não precisou usar métodos dissuasórios para que os piratas abandonassem a embarcação, que já navega livre de novo e com todos seus membros em bom estado de saúde.

O "MS Lugela" pertence à companhia TDM Carrier, com sede no porto de Atenas. A EUNAVFOR, que executa a operação antipirataria da União Europeia "Atalanta", é a encarregada de dar proteção às embarcações que navegam pelo Índico perto do litoral da Somália, onde atuam diversos grupos de piratas que põem em risco a atividade pesqueira e a distribuição de ajuda humanitária.

    Leia tudo sobre: iGcargueiropiratariasomalis

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG