Piratas seqüestram navio indiano com 13 tripulantes na Somália

Kuala Lumpur, 21 out (EFE) - Uma embarcação comercial de bandeira indiana com 13 tripulantes a bordo foi seqüestrada por piratas da Somália nas águas do golfo de Áden, informou hoje a Agência Marítima Internacional. A empresa dona do cargueiro comunicou o seqüestro da embarcação na segunda-feira à tarde, confirmou à Agência Efe um porta-voz deste centro, com sede na capital da Malásia. O porta-voz, que alegou motivos de segurança, não quis fornecer as nacionalidades dos tripulantes, assim como especificar o tipo de carga que o navio transportava. Pelo menos 74 embarcações, incluindo esta última, foram atacadas ao longo deste ano nas águas da África. Delas, 11 permanecem em mãos de piratas, que retêm mais de 200 tripulantes.

EFE |

O golfo de Áden, no nordeste da África, e as águas que banham a costa da Nigéria são consideradas as mais perigosas do mundo e deslocaram a Península de Malaca, na Indonésia, como a rota de mar mais insegura.

Em junho, o Conselho de Segurança das Nações Unidas adotou uma resolução que permite que navios de guerra estrangeiros persigam os piratas, sempre que receberem a autorização da Somália. EFE snr/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG