BERLIM - Cidadãos alemães estão a bordo do navio Hansa Stavanger, sequestrado neste fim de semana por piratas na costa da Somália, anunciou hoje um porta-voz do gverno da Alemanha.

A bordo da embarcação, de propriedade da empresa alemã Leonhardt & Blumberg, estão cerca de 25 tripulantes, acrescentou o porta-voz, que não quis dar o número exato de cidadãos alemães a bordo nem especificar a cidadania do restante.

"A meta prioritária é garantir as vidas dos reféns", disse o porta-voz, explicando que um gabinete de crise foi montado no Ministério de Assuntos Exteriores alemão.

Segundo informações do portal "Spiegel Online", a embarcação sequestrada tem 24 tripulantes a bordo e se encontrava a quase 400 milhas marítimas do porto somali de Kismayu quando foi abordada por piratas.

Em 30 de março, um petroleiro de abastecimento para a marinha alemã capturou sete piratas armados que o atacaram.

No dia 10 do mesmo mês, a Alemanha entregou ao Quênia nove piratas somalis que tinham sido interceptados uma semana antes quando tentaram abordar um cargueiro alemão.

Leia mais sobre piratas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.