Piratas sequestram iate perto de Seychelles

Nairóbi, 2 abr (EFE).- Um grupo de piratas, supostamente somalis, sequestraram um iate com sete tripulantes a bordo enquanto navegava perto de Seychelles, no Oceano Índico, informou hoje à Agência Efe a ONG Ecoterra, com sede em Nairóbi.

EFE |

Os piratas abordaram o iate na quarta-feira, depois que deixou em Seychelles um número indeterminado de turistas e ficaram a bordo só com os sete membros da tripulação, todos do arquipélago.

Fontes oficiais do país consultadas pela Ecoterra afirmaram que "é muito possível que o navio se dirija agora para a costa somali, de onde suspeita-se que os atacantes procedem", embora não possam confirmar a última informação.

O ministro de Assuntos Exteriores de Seychelles, Patrick Pillay, afirmou que seu Governo entrou em contato com "forças navais da região para localizar o navio e libertar os sequestrados".

Navios das Marinhas de diversos países patrulham as águas da Somália e do Golfo de Áden, que dá acesso ao Mar Vermelho e ao Canal de Suez, para tentar evitar as ações de piratas somalis, que transformaram a área, uma das mais transitadas por navios comerciais, em uma das mais perigosas do planeta.

Com os últimos sequestros e libertações, ainda há 12 navios estrangeiros com pelo menos 219 tripulantes - 96 deles filipinos - que continuam sob poder de piratas somalis, informou a Ecoterra. EFE pa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG