Piratas de superpetroleiro saudita querem negociação mais rápida

Os piratas somalis a bordo do superpetroleiro saudita Sirius Star pediram nesta quarta-feira aos proprietários do navio que acelerem as negociações para o pagamento do resgate que exigem, de 25 milhões de dólares.

AFP |

Mohamed Said, porta-voz dos piratas, entrevistado por telefone pela AFP, disse que dilatar as negociações não convém a eles, nem aos 25 membros da tripulação e nem aos proprietários do navio.

"Pedimos os proprietários do petroleiro saudita que mantenham um diálogo honesto com o objetivo de acabar com a crise", declarou o porta-voz.

"Eles têm que contactar o capitão e nossos elementos no 'Sirius Star' com o objetivo de que possamos acelerar as negociações", acrescentou.

"Muita espera é prejudicial, tanto para os proprietários como para a tripulação do barco. Não estamos fazendo ameaças, mas queremos que sejam honestos", explicou.

Os piratas exigem 25 milhões de dólares para liberar o superpetroleiro e suas 300.000 toneladas de petróleo, que seqüestraram no dia 15 de novembro.

nur-amu/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG