Um grupo de piratas da Somália foi capturado após tentar atacar, aparentemente por engano, um navio da marinha francesa, segundo um porta-voz militar da França.

AP
Piratas levantam às mãos para se render a soldados franceses

Piratas levantam às mãos para se render a soldados franceses

Christophe Prazuck disse que os criminosos teriam confundido a embarcação militar com um cargueiro comum. O incidente teria ocorrido a cerca de 500 km da costa somali.

"Uma vez que eles (os piratas) perceberam que estavam enfrentando um navio que estava atirando de volta e rumava em sua direção, eles pararam de atirar e tentaram fugir", afirmou Prazuck à TV La Chaine.

Dificuldades legais

O navio Somme capturou cinco dos somalis que estavam em um bote. "Todas as armas haviam aparentemente sido jogadas no mar, e os suspeitos estão sendo mantidos à bordo do Somme", disse o porta-voz.

Europeus patrulham as águas da costa somali, uma área de mais de três milhões de quilômetros quadrados onde os ataques de piratas são comuns.

A Somália não tem um governo de fato desde 1991 e há muita criminalidade no país. Apesar das patrulhas, poucos piratas capturados são efetivamente processados por causa da complexidade dos detalhes legais envolvidos.

Leia mais sobre piratas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.