Artic Sea - Mundo - iG" /

Piratas ameaçaram explodir o Artic Sea

Os piratas do cargueiro Artic Sea ameaçaram explodir o barco se não obtivessem o resgate exigido, indicou nesta quarta-feira o ministério russo da Defesa.

AFP |

"Segundo dados atuais, os membros da tripulação confirmaram que os piratas haviam pedido um resgate, caso contrário iriam explodir o barco", indicou um representante do ministério pelas agências russas.

Os membros da tripulação também confirmaram que os piratas de desfizeram de suas armas enquanto o barco russo, a corveta Ladny, assumia o comando do cargueiro.

Encontrado segunda-feira em Cabo Verde, no Atlântico, o Artic Sea e seus 15 tripulantes russos foram liberados em uma operação conjunta entre a marinha e a aviação russa.

Segundo a agência Itar-Tass, o ministério da Defesa se negou a indicar onde está o barco, no qual os piratas estão sendo interrogados.

"A investigação continua e todas as medidas necessárias para o retorno da tripulação à Rússia serão adotadas", acrescentou a fonte do ministério da Defesa.

Na segunda-feira, as autoridades russas informaram que o navio havia sido localizado no Oceano Atlântico, a 300 milhas náuticas de Cabo Verde, sem revelar detalhes sobre o misterioso desaparecimento que provocou uma mobilização internacional durante várias semanas.

Quase 20 países participam na investigação em curso em Helsinque.

O "Arctic Sea", que tem bandeira de Malta, zarpara da Finlândia em 23 de julho com destino a Argélia. Não havia notícias do cargueiro desde 31 de julho. Na busca do cargueiro, que transportava uma carga de madeira avaliada em 1,4 milhão de dólares, Moscou também recebeu a ajuda da Otan.

Por determinação do Kremlin, a Marinha russa procurava o cargueiro desde 12 de agosto, quando foi localizado a 400 milhas de Cabo Verde, em águas internacionais, antes de voltara perder o rastro.

Leia mais sobre: Artic Sea

    Leia tudo sobre: piratasrússiaseqüestro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG