Piores chuvas em 80 anos matam pelo menos 31 na Turquia

ISTAMBUL - Inundações súbitas mataram 31 pessoas no noroeste da Turquia, varrendo a cidade de Istambul, alagando casas, transformando estradas em rios e afogando sete mulheres em um miniônibus que as levava para o trabalho.

Reuters |

Reuters

Imagem aérea mostra caminhões que foram levados pelas enchentes, em Istambul

Vinte e quatro pessoas morreram em Istambul, a maior cidade da Turquia, depois de que dois dias das mais fortes chuvas em 80 anos produziram enchentes que engolfaram áreas baixas. Outras sete pessoas morreram em Saray, a oeste de Istambul, cinco das quais eram da mesma família.

Equipes de resgate, algumas em botes, estendiam pranchas e escadas para ajudar os motoristas presos nas correntezas a alcançar pontes e áreas mais altas.

As piores inundações ocorreram no oeste de Istambul, do lado europeu, onde há maiores problemas no sistema de escoamento.

As águas começaram a retroceder no fim desta quarta-feira na Turquia, revelando edifícios arruinados e destroços espalhados pelas ruas, enquanto moradores desesperados começavam a faxina.


Turcos se abrigam em cima de ônibus para fugir da enchente / AP


O ministro do Interior, Besir Atalay, disse que o saldo de mortos pode aumentar na medida em que as águas diminuírem.

Já o primeiro-ministro, Tayyip Erdogan, natural de Istambul, chegou à cidade na noite desta quarta-feira e prometeu socorro emergencial, dizendo que os estragos serão reparados assim que possível.

Uma seguradora disse que os danos podem ficar entre US$ 70 e US$ 80 milhões, segundo uma agência estatal. O ministro de Obras Públicas, Mustafa Demir, que visitou as regiões mais atingidas, disse haver "grande dano na infraestrutura."

Istambul está situada nos bancos do Estreito de Bósforo, que divide a Europa da Ásia e é uma das vias marítimas mais movimentadas do mundo, uma grande artéria para cargueiros e petroleiros que trafegam entre o Mar Negro e o Mediterrâneo.

As autoridades da cidade têm se ocupado mais em seus planos de desastres naturais com os preparativos para terremotos, já que a metrópole se assenta em uma grande falha tectônica. Um terremoto matou 18 mil pessoas no noroeste da Turquia, em 1999.

Leia mais sobre Turquia

    Leia tudo sobre: chuvasinundaçõesturquia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG