Piora estado de saúde de tripulantes do navio ucraniano sequestrado

Kiev, 18 jan (EFE).- Sete tripulantes do navio ucraniano Faina, sequestrado por piratas nas proximidades do litoral da Somália, estão doentes e precisam de atendimento médico, informou hoje o boletim eletrônico Sovfrajt.

EFE |

"Eles têm machucados por todo o corpo e sofrem diarréia. Os piratas estão conversando com os médicos locais para que possam examinar os sequestrados", assinalou o redator chefe do "Sovfrajt", Mikhail Boitenko, que usou informações recebidas de fontes na Somália e Quênia.

Boitenko acrescenta que a informação foi confirmada na cidade queniana de Mombaça por Andrew Mwangura, coordenador do Programa de Assistência Marítima.

Piratas somalis sequestraram o "Faina", transporta veículos militares, no dia 25 de setembro do ano passado. Sua tripulação era integrada por 17 ucranianos, três russos e um letão.

O capitão do navio, o russo Vladimir Kolobkov, morreu em decorrência de um ataque cardíaco no começo do período de cativeiro.

EFE bk/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG