Tamanho do texto

Pelo menos 50 pessoas morreram nesta terça-feira na explosão de um carro-bomba em Bagdá, no Iraque, no mais sério ataque do tipo registrado na cidade nos últimos meses. A explosão ocorreu no noroeste da capital iraquiana em uma movimentada área comercial do bairro de Hurriya, ocupado principalmente por muçulmanos xiitas.

Segundo a polícia local, além dos mortos, o atentado também deixou pelo menos 75 feridos.

O número de ataques sectários em Bagdá tem diminuído desde o ano passado, depois que forças americanas e iraquianas ampliaram os esforços para evitar ataques na cidade.

No mês passado, cerca de 500 iraquianos foram mortos em episódios de violência. Em abril, mais de mil pessoas morreram.

Apesar disso, tiroteios e atentados esporádicos continuam sendo registrados na capital iraquiana.

Segundo o correspondente da BBC em Bagdá, Nicholas Witchell, o novo ataque é um lembrete de como são frágeis os avanços na segurança do país.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.