Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Pio XII ajudou a salvar judeus na Segunda Guerra Mundial

O Papa Pio XII ajudou os judeus da Europa, de muitas maneiras, durante a Segunda Guerra Mundial, o que contraria as acusações de alguns historiadores de que ele teria mantido silêncio sobre o Holocausto, de acordo com uma conferência internacional realizada nesta quarta-feira, em Roma.

AFP |

Pio XII, que ocupou o trono papal de 1938 a 1958 e deve ser beatificado em breve pela Igreja Católica, foi vítima de "lendas negras" sem fundamento, segundo os participantes da reunião internacional.

Assistiram à conferência, organizada pela associação americana para o diálogo inter-religioso Pave the Way, expoentes católicos e judeus, que defenderam a figura do Papa italiano.

A documentação reunida pela Pave the Way mostra que o Papa interveio tanto pública quanto secretamente para salvar judeus, além de pedir a entidades católicas de todo o mundo que os protegessem. Entre os documentos, há telegramas e testemunhos de pessoas que agradecem a mediação papal.

A organização pede que seja retirado da exposição permanente do Yad Vashem, o monumento ao Holocausto de Jerusalém, o texto que difama Pio XII.

A conferência foi organizada por ocasião do 50º aniversário da morte de Pio XII.

kv/tt

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG