Pintinhos de cinco dias sabem somar, dizem cientistas italianos

ROMA - Cientistas italianos descobriram que pintinhos de cinco dias de idade sabem somar, de acordo com uma experiência publicada nesta quinta-feira pela revista Proceedings of the Royal Society, segundo confirmou à Agência Efe a pesquisadora Rosa Rugani.

EFE |

Pesquisadora da Universidade italiana de Pádua, e membro da equipe responsável, ela explicou que já se conheciam as habilidades de alguns animais, como os macacos, que também têm "capacidade ordinal", ou seja, que além de contar sabem ordenar os diversos objetos que contam.

No entanto, a pesquisa italiana consiste em provar a "capacidade numérica", já que seu experimento eliminava "outros tipos de informação" como o tamanho e o perímetro dos objetos contados pelos pintos.

A experiência conseguiu provar que eles eram capazes de fazer operações como "1 + 1" ou "3 - 2", quando os introduziam em caixas com bolinhas de plástico amarelo que confundiam com outros indivíduos iguais a eles.

Os pesquisadores partiram do princípio de que os pintinhos recém-nascidos costumam se juntar aos maiores grupos de indivíduos iguais.

Assim, eles colocaram cinco bolinhas idênticas junto aos pintinhos e, em seguida, as dividiram em um grupo de três o outro de dois. Como viam as bolinhas "como companhias", eles souberam discernir qual era o grupo maior para se juntar a ele.

Em seguida, numa fase mais "pesada" do teste, os pesquisadores escondiam os mesmos objetos atrás de telas e, depois, os trocavam de uma tela à outra, mas permitindo que os pintinhos vissem como eles faziam essa troca.

Em 75% dos casos, os animais foram para trás da tela onde mais bolinhas haviam sido escondidas, o que, segundo os pesquisadores, demonstrou que eles têm uma capacidade inata para somar, mesmo sem estar vendo continuamente os objetos em questão.

Rosa Rugani se formou em Psicologia Experimental pela Universidade de Pádua há seis anos com a tese "Memória de trabalho no frango doméstico (gallus gallus): uma pesquisa através da resposta condicionada".

Leia mais sobre animais

    Leia tudo sobre: animais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG