Santiago do Chile, 28 fev (EFE).- O presidente eleito do Chile, Sebastián Piñera, pediu hoje ao Governo de Michelle Bachelet que freie os saques e os atos de vandalismo nos locais mais atingidos pelo terremoto que no sábado assolou o centro e sul do país.

"Este tema de roubo, vandalismo e delinquência não tem nada a ver com atender as necessidades das vítimas", disse Piñera, que pediu a Bachelet que utilize todos os instrumentos da lei e da Constituição para interromper os saques às lojas e aos supermercados em Concepción, Santiago e outras cidades do país. EFE mf/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.