abusivo do Governo em eleições no Chile - Mundo - iG" /

Piñera fala de intervencionismo abusivo do Governo em eleições no Chile

Santiago do Chile, 15 jan (EFE).- O candidato da oposição direitista à Presidência do Chile, Sebastián Piñera, disse hoje que há um abusivo intervencionismo do Governo para impedir sua vitória no segundo turno das eleições chilenas, marcado para este domingo.

EFE |

"A campanha de intervenção que o Governo fez não é justa, não é limpa", afirmou em declarações à rádio "Cooperativa".

"O que o Governo fez é abusivo: uso e abuso dos recursos públicos, uso e abuso das instituições públicas, uso e abuso inclusive dos funcionários públicos", ressaltou o candidato da oposição.

Principal acionista da companhia aérea Lan e dono de várias outras empresas, Piñera venceu o primeiro turno das eleições com 44,03% dos votos e enfrenta neste domingo o governista Eduardo Frei, que obteve 29,60%.

Essa ampla diferença, no entanto, diminuiu nas últimas semanas e chegou até 1,8 ponto percentual, segundo as pesquisas mais recentes.

A campanha eleitoral chilena foi encerrada à 0h de hoje (1h de Brasília).

Piñera minimizou o fato de não ter se desligado de seus negócios, algo que lhe valeu muitas críticas durante a disputa eleitoral.

"Muito mais importante do que separar os negócios da política é separar as negociatas da política, e infelizmente vimos muitas negociatas durante estes últimos Governos", afirmou.

Para Piñera, é "uma asneira" pedir que diga quando vai se dissociar de seus negócios.

"Antes de 11 de março (data em que o novo presidente tomará posse) vou vender algumas empresas para poder me dedicar à vocação da minha vida, que é ser um presidente muito bom", acrescentou.

Piñera disse que, se ganhar, fará um Governo "para todos os chilenos, de união nacional" e se declarou convencido de que vencerá "de forma forte e clara" para obter "um triunfo histórico".

A última vez em que a direita ganhou uma eleição presidencial no Chile foi em 1958, com Jorge Alessandri Rodríguez. EFE ns/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG