Piñera descarta resgate dos mineradores antes do bicentenário

O Chile comemora 200 anos de independência no dia 18 deste mês

iG São Paulo |

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, descartou hoje novamente que os 33 mineradores soterrados há mais de um mês numa jazida no norte do país sejam resgatados a tempo para celebrarem o Bicentenário da Independência chilena, no dia 18 deste mês.

Dessa forma, o líder chileno reiterou que o resgate dos trabalhadores, que já está em andamento, será um processo lento.

"Batemos todas as portas, buscamos todas as tecnologias, pedimos ajuda a países vizinhos, mobilizamos o melhor maquinário e os melhores especialistas para resgatar com vida os nossos mineradores. Mas, infelizmente, eles não poderão celebrar conosco o Bicentenário", disse Piñera.

O presidente do Chile fez as declarações durante visita a obras viárias em Santiago. Os trabalhadores aproveitaram a ocasião para dar a Piñera uma bandeira feita por eles próprios, para que seja entregue aos mineradores.

"Vou levar esta bandeira que mandam os trabalhadores chilenos, representados por vocês, aos 33 mineradores que estão soterrados", prometeu o líder

Plano B

As equipes de resgate deram início a um "plano B" para salvar os mineiros. Pelo plano principal, a máquina australiana Strata 950 está perfurando um novo túnel, que já atingiu 67 dos 700 metros de profundidade necessários. O plano B prevê o uso de outra máquina que alargará um dos pequenos túneis já escavados no último mês, na época em que ainda estavam sendo feitas sondagens para achar os mineiros. Estima-se que, caso seja bem-sucedido, o plano B possa antecipar em um mês o resgate dos mineiros.

* com informações da BBC Brasil e EFE

    Leia tudo sobre: mineiroschile

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG