Atenas, 27 ago (EFE).- O piloto de um avião-cisterna grego morreu hoje ao cair na ilha de Cefalônia, quando participava das tarefas de extinção de um incêndio, informaram os bombeiros.

O aparelho caiu quando combatia, junto com outro hidravião, "um pequeno incêndio" declarado ao meio-dia na localidade de Katelio, em Cefalônia.

O avião pegou fogo após cair, devido a um problema mecânico, segundo as primeiras informações, e o piloto não teve tempo de sair do aparelho.

Quase todos os incêndios que arrasaram na Grécia nos últimos dias 30 mil hectares estão extintos, exceto dois focos surgidos nas últimas horas.

Um está localizado na localidade de Karistos, na ilha de Eubeia, e está "sob controle", segundo os bombeiros.

O outro foi declarado hoje na ilha de Paros, no mar Egeu, onde dois aviões tentam controlar as chamas.

"Se não for controlado o incêndio, algumas localidades correrão riscos", advertiu à imprensa o prefeito de Paros, Christos Vlachoyiannis.

O forte calor e ventos de até 50 km/h na próximas horas fez com que a Defesa Civil declarasse o dia de hoje como de alto risco na região de Ática, onde fica Atenas. EFE Afb-ll/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.