Piloto de avião evita colisão com helicóptero de presidente indiana

Nova Délhi, 9 fev (EFE).- O piloto de um avião da Air India evitou hoje, no último momento, uma colisão com um helicóptero militar que levava uma comitiva da presidente indiana, Pratibha Patil, com o qual se deparou durante os procedimentos para a decolagem.

EFE |

"Estava a ponto de decolar. De repente, o helicóptero apareceu na frente do avião e puxei os freios de emergência", explicou à imprensa o piloto do voo, A.S. Kohli, citado pela agência "Ians".

O avião da companhia Air India, que fazia a rota entre a cidade financeira de Mumbai e a capital, Nova Délhi, evitou assim a colisão com o helicóptero, no qual estava a comitiva presidencial, segundo um porta-voz da companhia aérea, Jitendra Bhargava.

Os 170 passageiros e os dez membros da tripulação não tiveram ferimentos, mas a aeronave foi transferida a um hangar porque um dos pneus ficou avariado.

"Não se trata de nenhum milagre. O que se viu aqui foi o rígido treino profissional" do piloto, assegurou o porta-voz da Air India.

O chefe do Governo da região de Maharashtra -cuja capital é Mumbai-, Ashok Chavan, atribuiu o fato a um possível "erro" da torre de controle do aeroporto e pediu que o assunto seja "considerado seriamente, para evitar que, no futuro, ocorram novos incidentes como este", segundo a agência "PTI".

As Forças Aéreas indianas já abriram uma investigação para esclarecer em quais circunstâncias os aparelhos se encontrariam frente à frente na pista, mas já asseguraram que o piloto militar estava seguindo as instruções dos controladores. EFE sp/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG