Piloto de Airbus A320 que pousou no rio Hudson se aposenta

Nova York, 3 mar (EFE).- O piloto Chesley Sully Sullenberger, responsável pela espetacular aterrissagem do Airbus A320 sobre o rio Hudson em Nova York, anunciou hoje a sua aposentadoria, após ter trabalhado para US Airways durante os últimos 30 anos.

EFE |

"Tive a sorte de ter seguido a minha paixão durante a maior parte da vida, trabalhando em uma profissão que amo profundamente e junto a milhares de colegas maravilhosos", afirmou em comunicado o piloto de 59 anos, conhecido como "Sully".

Entre os colegas de profissão, Sullenberger fez referência ao homem com quem realizou seu último voo, Jeff Skiles, que foi seu copiloto durante anos e também voava com ele no dia 15 de janeiro de 2009, quando iniciaram o frustrado voo 1549 que partiu do aeroporto nova-iorquino da Guarda e terminou sobre o Hudson.

O piloto conseguiu posar a salvo sobre as geladas águas desse rio o Airbus A320 que pilotava, com 155 passageiros a abordo, depois que uma revoada de gansos colidiu na aeronave poucos instantes após a decolagem e paralisasse os motores.

Depois daquele incidente, a vida profissional de Sullenberger foi interrompida durante alguns meses, nos quais inclusive ele escreveu um livro. Em setembro passado, ele foi incorporado à equipe de gestão de riscos da companhia aérea e em outubro voltou a pilotar.

EFE mgl/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG