Piloto da Spanair não mencionou problema à torre de controle

O piloto e o co-piloto do avião MD-82 da Spanair que caiu no dia 20 de agosto em Madri (154 mortos) não mencionaram nenhum problema à torre de controle do aeroporto, afirmaram 10 controladores em depoimento à Guarda Civil, segundo o jornal ABC.

AFP |

A última comunicação com a aeronave foi a autorização para a decolagem, afirmaram os controladores.

A informação deve ser confirmada pelas gravações das caixas-pretas do avião, que estão sendo analisadas. As caixas também gravaram o último diálogo entre os dois pilotos, o que pode esclarecer as causas da tragédia, que também deixou 18 feridos.

O depoimento dos 10 controladores e de alguns sobreviventes foi entregue na terça-feira pela Guarda Civil ao juiz responsável pela investigação.

Uma comissão internacional, formada por especialistas da Aviação Civil espanhola, da União Européia (UE) e da empresa americana Boeing, que fabrica o modelo McDonell Douglas, investiga as causas do acidente.

fz-esb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG