Piloto britânico consegue aterrissar após ficar cego durante o vôo

Londres, 8 nov (EFE).- Um piloto britânico que sofreu uma apoplexia e, repentinamente, perdeu a visão durante o vôo conseguiu a proeza de aterrissar a salvo, após ser guiado por um avião da Força Aérea do Reino Unido (RAF, em inglês).

EFE |

Segundo a imprensa britânica informa hoje, Jim O'Neill, de 65 anos, ficou cego em 31 de outubro quando pilotava um pequeno Cessna durante um vôo entre a Escócia e o sul da Inglaterra.

O'Neill, que tem 18 anos de experiência como piloto, ficou cego a mais de 1.600 metros de altura.

"Foi horroroso. De repente, não conseguia ver os diais de telefone na minha frente", comentou o britânico.

Diante desta situação, o piloto enviou um sinal de alerta e um centro de controle aéreo avisou à RAF, que mobilizou um avião para servir de guia.

A aeronave da RAF, pilotada pelo tenente-coronel Paul Gerrard, voou a cerca de 50 metros do aparelho de O'Neill e o guiou, dando instruções por rádio até a base da Força Aérea britânica de Linton-on-Ouse (norte da Inglaterra).

"Devo minha vida (...) à RAF", disse O'Neill.

Após a aterrissagem, o piloto foi levado a um hospital, e já começou a readquirir a visão em um olho. EFE pa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG