Washington, 5 mar (EFE).- A senadora Piedad Córdoba, da oposição da Colômbia, afirmou hoje em Washington que não apoia uma nova reeleição do presidente venezuelano, Hugo Chávez, nem do colombiano, Álvaro Uribe.

Durante entrevista coletiva, ela disse que, apesar da "profunda amizade" que tem com Chávez de a admiração que sente por seu projeto "bolivariano", não apoia seus para voltar a ser candidato a presidente em 2012.

"Reelejo o projeto (bolivariano)", afirmou a senadora, enquanto disse respeitar a posição dos que apoiam uma segunda reeleição de Uribe, "se assim permitir uma reforma constitucional necessária na Colômbia".

"Obviamente, eu não estou a favor da reeleição, nem dele nem de ninguém", comentou sobre Uribe, dizendo que, segundo sua opinião, o apoio a um presidente vai além do "plano afetivo" e precisa levar em conta sua plataforma política.

Piedad Córdoba, uma das maiores opositoras de Uribe, ficou conhecida como mediadora nas libertações de alguns reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

A respeito de suas próprias aspirações políticas, a senador, que está em Washington buscando apoio do Congresso e do Governo americano à reparação das vítimas de grupos paramilitares de direita, disse que "por enquanto" não pretende se candidatar à Presidência da Colômbia. EFE mp/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.