Piedad Córdoba analisa com Cruz Vermelha libertação de reféns

Bogotá, 30 dez (EFE).- A senadora opositora colombiana Piedad Córdoba se reuniu hoje com o representante no país do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), Cristophe Beney, para analisar os avanços do organismo humanitário na libertação de seis reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

EFE |

A reunião, de mais de uma hora, aconteceu após a decisão do Governo colombiano de não permitir a participação de outros países no processo de libertação de seqüestrados.

Córdoba disse que se procura uma fórmula para que a libertação unilateral aconteça no menor tempo possível.

"O mais importante para o país (...) é que isto se tramite rapidamente, na medida em que mais rápido se tramite, menos show se torna, menos midiático, menos preocupante e mais promissor para o país", indicou.

O porta-voz do CICV, Yves Heller, assinalou que se mantêm os diálogos de maneira confidencial na busca de avanços que permitam o sucesso da operação e pediu prudência para realizar o processo.

"O Comitê Internacional da Cruz Vermelha, Cristophe Beney, e o vice-líder da delegação tiveram um encontro com a senadora Piedad Córdoba tal como fez o chefe da delegação ontem com o ministro da Defesa", Juan Manuel Santos, explicou.

As Farc, que em 21 de dezembro anunciaram que entregariam a Córdoba seis reféns, entre eles quatro membros da polícia e dois políticos, não divulgaram ainda as coordenadas do local em que soltará os seqüestrados. EFE fer/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG