PIB japonês cai 3% no segundo trimestre

O Produto Interno Bruto (PIB) japonês apresentou uma queda de 3% no segundo trimestre do ano se comparado a igual período no ano passado, sinalizando que tanto as exportações como o consumo interno da segunda maior economia mundial retrocederam. A maior queda em quase sete anos levou muitos economistas a achar que o país pode estar entrando em recessão.

BBC Brasil |

Este foi a primeira queda em mais de um ano e a maior desde o terceiro trimestre de 2001.

A economia do Japão, como a da maioria dos países no resto do mundo foi afetada pela alta nos preços dos combustíveis e alimentos.

'Aumentem os salários'
O governo japonês fez um apelo para que as empresas do país aumentem salários para estimular o consumo.

"É desejável que o poder aquisitivo das pessoas aumente", disse o ministro da Economia e Política Fiscal, Kaory Yosano.

"Queremos que os dirigentes empresariais compreendam que o aumento de salários compensará a alta de preços."
Yosano é um dos cinco candidatos que no dia 23 de setembro concorrem à liderança do Partido Liberal Democrata. No regime parlamentar japonês o líder do partido do governo é imediatamente indicado para ser o primeiro-ministro do país.

A economia é o tema principal da campanha.

No mês passado, o governo japonês anunciou um pacote de incentivos econômicos de valor equivalente a US$ 107 bilhões.

Se considera que um país está em recessão, geralmente, quando seu produto interno bruto apresenta dois trimestres consecutivos de quedas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG