PIB do Japão tem queda recorde no primeiro trimestre de 2009

A economia do Japão sofreu, no primeiro trimestre deste ano, a maior contração desde que os registros começaram, em 1955, com a queda acentuada das exportações do país, de acordo com as autoridades. O Produto Interno Bruto (PIB) da segunda maior economia do mundo teve uma queda de 4% entre janeiro e março de 2009, e de 15,2% nos últimos doze meses.

BBC Brasil |

PIB da Espanha tem queda de 1,9% no trimestre

A economia japonesa, que depende muito das exportações, foi fortemente atingida pela crise econômica global.

Economistas preveem, contudo, um modesto crescimento nos próximos meses, depois de um pequeno aumento da produção em março.

Dados oficiais mostram que esta foi a quarta queda trimestral consecutiva do PIB. A contração de outubro e dezembro de 2008 foi de 3,8%.

O correspondente da BBC em Tóquio, Roland Buerk, disse que consumidores em todo o mundo estão comprando menos carros e artigos eletrônicos - produtos famosos no Japão.

No primeiro trimestre deste ano, as exportações japonesas caíram 26%.

Os investimentos em fábricas e equipamento tiveram uma queda de 10,4% no primeiro trimestre - um sinal de que as empresas estão reduzindo as suas despesas. Os gastos dos consumidores tiveram uma redução de 1,1% durante o mesmo período.

"A poupança aumentou e isso está tornando a recessão mais forte", disse Richard Jerram, economista chefe da Macquarie Securities, em Tóquio.

"Parece que o público basicamente entrou em pânico em relação à segurança no emprego com uma intensidade que não tinha acontecido em ciclos anteriores", acrescentou.

    Leia tudo sobre: japão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG