Piadas marcam jantar beneficente com Obama e McCain

Os candidatos à Presidência dos Estados Unidos, Barack Obama e John McCain, deixaram as divergências políticas de lado e fizeram discursos bem-humorados marcados por brincadeiras e deboches durante um jantar realizado para levantar fundos para uma instituição de caridade de Nova York. O republicano John McCain subiu ao palco primeiro e foi logo avisando que decidiu substituir todos os seus assessores por Joe, o encanador, que ficou famoso após o último debate presidencial dos Estados Unidos na quarta-feira.

BBC Brasil |

"Joe, o encanador, assinou um contrato muito lucrativo com um casal rico para fazer consertos em todas as suas sete casas", disse McCain, em alusão ao número de propriedades que ele e a mulher têm nos Estados Unidos, o que foi motivo de polêmica no início do ano, quando o republicano, em entrevista a jornalistas, não soube dizer quantas casas tinha.

McCain também brincou que Hillary Clinton, rival de Obama nas primárias democratas, agora o estaria apoiando na corrida pela Casa Branca.

"Há sinais de esperança, até mesmo nos lugares menos inesperados. Até nesta sala, cheia de democratas orgulhosos de Manhattan. Não consigo evitar a sensação de que algumas pessoas aqui estão torcendo por mim. Estou muito feliz em ver você hoje aqui, Hillary", disse o republicano, arrancando gargalhadas da platéia.

McCain, de 72 anos, disse ainda que Obama já está fazendo história por ser o primeiro afro-americano a concorrer à Presidência.

"Houve um tempo em que um mero convite para um cidadão afro-americano jantar na Casa Branca era visto como um insulto", afirmou. "Hoje, estamos longe disso. Não posso desejar sorte ao meu rival, mas desejo-lhe tudo de bom."
Super-Homem
Ao assumir o microfone, Obama fez brincadeiras sobre os problemas no setor imobiliário americano e disse que a crise acertou McCain e suas propriedades em cheio. O democrata também fez brincadeiras com a idade do rival, que tem 72 anos.

Ao dirigir-se ao neto de Al Smith, que governou o Estado de Nova York por quatro mandatos na década de 20, Obama brincou: "Eu obviamente não conheci o seu avô, mas por tudo que o senador McCain me contou..."
Respondendo a uma das estratégias de campanha do rival, que pergunta "Quem é Barack Obama?", o democrata respondeu: "Contrário aos rumores, eu não nasci em uma manjedoura. Eu nasci em Krypton e fui enviado pelo meu pai Jor-El para salvar o planeta Terra."
"Muitos de vocês sabem que meu nome, Barack, vem do meu pai. O que muitos de vocês talvez não saibam é que Barack significa 'aquele' em suaíli", disse Obama em referência ao comentário de McCain, que em um dos debates se referiu ao rival como "aquele ali".

"E quem me deu o nome do meio (Hussein) obviamente nunca imaginaria que eu concorreria para presidente", disse Obama.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG