A holandesa Philips anunciou que vai retirar do mercado mundial 5.400 desfibriladores automáticos devido a uma falha eletrônica.

"A Philips foi informada sobre falhas do chupe de memória de uma pequena quantidade de aparelhos FR2+ fabricados em 2007 e no início de 2008 (...) A falha deste chipe pode tornar o desfibrilador inoperante", explica o grupo em um comunicado.

Segundo a Philips, o problema foi detectado em testes e treinamentos e não prejudicou nenhuma vítima com parada cardíaca.

hh/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.