Phelps bate recorde mundial e leva 1º ouro; Thiago é 8º

O americano Michael Phelps começou a fazer história na natação em Pequim ao conquistar a medalha de ouro olímpica nos 400m medley e quebrar o próprio recorde mundial com a marca de 4:03.84.

BBC Brasil |

Com a vitória, Phelps acumula agora nove medalhas olímpicas (oito conquistadas em Atenas-2004), sendo sete de ouro, e está a apenas duas vitórias de igualar o recorde do compatriota Mark Spitz, campeão olímpico nove vezes.

Para cumprir a façanha de se tornar o maior vencedor da história dos Jogos Olímpicos, o americano precisa ganhar três das outras sete medalhas de ouro que disputará na capital chinesa.

A prova deste domingo (horário local, sábado no Brasil) foi a primeira final disputada por Phelps no Centro Aquático Nacional de Pequim, o chamado Cubo D'Água.

A prova contou com a presença nas tribunas do presidente americano George W. Bush, acompanhado pela mulher Laura, por uma das filhas e pelo pai e ex-presidente George Bush.

A medalha de prata nos 400m medley ficou com o húngaro Laszlo Cseh, e o bronze foi para o americano Ryan Lochte.

Thiago Pereira
O brasileiro Thiago Pereira terminou a prova na oitava posição e acabou em último entre os finalistas, com o tempo de 4:15.40.

Thiago ainda vai disputar mais cinco provas em Pequim, mas terá Michael Phelps pela frente em duas delas.

Quando o brasileiro venceu seis medalhas de ouro nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, no ano passado, o americano não estava na competição.

Na prova deste domingo, Thiago largou bem na disputa e chegou ao final dos primeiros 100 metros em terceiro lugar.

No entanto, depois de permanecer por boa parte da prova na quarta posição, o brasileiro não conseguiu manter o ritmo nos últimos 100 metros e ficou para trás.

Finalista
Na natação feminina, a carioca Gabriela Silva, de apenas 19 anos de idade, ficou em quarto lugar em uma das semifinais dos 100m borboleta, com o tempo de 58.39, e conquistou um lugar na final da prova.

Apesar de ter sido menos rápida do que no dia anterior, quando nadou a prova em 58.00 e quebrou o recorde sul-americano, Gabriela marcou o oitavo melhor tempo - a última marca entre as finalistas.

"Não gostei do tempo, só valeu mesmo pela classificação", disse a brasileira. "Nadei bem, acertei os fundamentos, mas cansei no final. Espero melhorar na final."
"Meu sonho é a medalha olímpica", acrescentou Gabriela. "Quero ser a primeira nadadora brasileira a conseguir esse feito. Se não for aqui, vai ser nos próximos Jogos Olímpicos."
Além do ouro conquistado por Phelps, outras três medalhas foram decididas na natação no primeiro dia de finais em Pequim.

O sul-coreano Park Tae-Hwan foi o vencedor nos 400m livre. A prata ficou com o chinês Zhang Lin, e o bronze foi para o americano Larsen Jensen.

Na final feminina dos 400m medley, a australiana Stephanie Rice terminou com a medalha de ouro e, assim como Michael Phelps, estabeleceu um novo recorde mundial, com a marca de 4:29.45. Kirsty Coventry, do Zimbábue, ficou em segundo, e a americana Katie Hoff conquistou o bronze.

O outro ouro saiu na disputa feminina do revezamento 4x100m livre, com vitória para a equipe da Holanda e novo recorde olímpico (3:33.76). A prata ficou com os Estados Unidos, e o bronze foi para a Austrália.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG