Pfizer e GSK abrem filial para tratamentos contra a Aids

O grupo farmacêutico americano Pfizer e seu rival britânico GlaxoSmithKline (GSK) vão fundir em uma nova empresa suas atividades ligadas ao tratamentos contra a Aids, anunciaram nesta quinta-feira em um comunicado conjunto.

AFP |

A nova empresa terá uma carteira de 11 medicamentos já no mercado, cujo faturamento combinado foi em 2008 de 2,4 bilhões de dólares, e de seis medicamentos atualmente em desenvolvimento, indicaram.

Segundo o acordo, o GSK terá 85% da filial e a Pfizer 15%, uma divisão que reflete o posicionamento de seus produtos comercializados atualmente, ma a participação de cada grupo será ajustada segundo o desenvolvimento futuro da filial, indicaram.

Se as metas forem atingidas, a Pfizer controlará 24,5% da filial e a GSK, 75,5%, destacaram no comunicado.

A empresa, que se dedicará exclusivamente á pesquisa, desenvolvimento e comercialização de tratamentos contra a Aids, controlaria 19% do mercado neste setor, que possui um forte potencial de crescimento, explicaram os dois grupos.

jug/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG