Petróleo supera US$ 146 e bate novo recorde

O preço do petróleo no mercado internacional continuou a subir nesta quinta-feira, em meio a preocupações com o nível dos estoques nos Estados Unidos e receios de que uma nova elevação nos juros europeus desvalorize ainda mais o dólar, o que teria impacto nos preços de commodities. O barril do produto tipo Brent negociado em Londres superou pela primeira vez os US$ 146, enquanto a cotação para o light superou US$ 145 nos Estados Unidos, uma alta de mais de 1% nos dois casos.

BBC Brasil |

Na quarta-feira, números oficiais dos Estados Unidos mostraram que os estoques americanos de petróleo caíram em 1,98 milhão de barris na semana passada, para 299,8 milhões de barris - uma queda no momento em que os analistas esperavam um aumento.

Além disso, o presidente da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), Chakib Khelil, alertou que as cotações podem voltar a subir caso o Banco Central Europeu eleve nesta quinta-feira as taxas de juros do bloco para conter a inflação, o que tornaria a moeda comum mais forte diante do dólar.

Um dólar mais fraco torna o investimento em commodities mais atrativo, sobretudo em um momento em que os mercados de ações são penalizados em todo o mundo, dizem analistas.

Na quarta-feira, o dólar chegou ao seu patamar mais baixo dos últimos dois meses, valendo US$ 1.5891 para cada euro.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG