Petróleo recua e é negociado abaixo dos US$ 120

Os preços do petróleo foram negociados no mercado internacional nesta terça-feira abaixo dos US$ 120, atingindo os valores mais baixos nos últimos três meses. O petróleo bruto chegou a ser cotado a US$ 118 antes de subir para US$ 119,13.

BBC Brasil |

Em Londres, o petróleo do tipo Brent recuou US$ 2,20, sendo negociado a US$ 118.

Há um mês, o petróleo chegou a ser cotado a mais de US$ 146.

A queda no preço da commodity foi motivada pelas expectativas no aumento do fornecimento. Uma pesquisa realizada pela agência Reuters apontou um incremento na produção entre os membros da Organização dos Países Exportadores de petróleo (Opep), com destaque para a Arábia Saudita.

A isso se soma a boa notícia de que a tempestade tropical Edouard, no Golfo do México, não deve afetar a produção de petróleo na região.

Preocupações com a diminuição da demanda em um ambiente de desaceleração econômica também contribuem para o recuo dos preços.

"Temos um cenário de desaceleração econômica e os mercados começam a se ajustar a isso", disse Mark Konyn, diretor da segurandora Allianz na Ásia.

Metais e alimentos
Além do petróleo, metais e alimentos também registraram baixas nos últimos dias.

Na segunda-feira, a cotação da platina atingiu os valores mais baixos dos últimos seis meses diante da diminuição na produção da indústria automobilística.

Cobre, chumbo e zinco, metais utilizados no setor industrial, sofreram perdas nos últimos dias refletindo um recuo da demanda da economia chinesa.

A soja negociada no mercado futuro americano também caiu para os menores níveis em seis meses diante da desaceleração nas exportações para a China.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG