Petrobras cai três posições em ranking de empresas de energia

A Petrobras caiu três posições em um ranking das 50 maiores empresas de energia do mundo, compilado pela consultoria americana PFC Energy. Segundo o ranking PFC Energy 50, que lista as empresas pela sua capitalização de mercado, a empresa brasileira passou da sexta posição, em 2007, para o nono lugar no ano passado. De acordo com a PFC, o preço das ações da Petrobras registrou queda de 60% no período.

BBC Brasil |

Outras empresas estatais, como as chinesas PetroChina e Sinopec e a russa Gazprom, também caíram no ranking. A PetroChina, que em 2007 ocupava o primeiro lugar, caiu para segundo, ultrapassada pela americana ExxonMobil. A Gazprom caiu da terceira para a 11ª colocação, e a Sinopec de quinto para 12º lugar.

Recuperação


Capitalização de mercado, o critério usado na lista, significa o valor de uma companhia conforme o determinado pelo preço de mercado de suas ações ordinárias em circulação.

Além da ExxonMobil, outras gigantes internacionais também recuperaram posições que haviam perdido para estatais no ranking anterior. A Royal Dutch Shell passou de quarto para terceiro lugar, a Chevron pulou de 10º para quarto, e a BP, de sétimo para quinto.

Segundo a PFC Energy, o valor combinado das 50 maiores empresas caiu 46%, de US$ 5,2 trilhões um ano atrás para US$ 2,8 trilhões. De acordo com a consultoria, este foi "o pior declínio da história do ranking".

"A perda de valor reflete uma combinação da queda nos mercados acionários globais (o índice S&P 500 caiu 38,5%) com os menores preços de petróleo", diz a PFC Energy.

    Leia tudo sobre: petrobras

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG