Petraeus chega a Cabul para comandar tropas no Afeganistão

David Petraeus substitui Stanley McChrystal, que deixou o cargo após fazer críticas ao presidente Obama

iG São Paulo |

O novo comandante das tropas americanas e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão, o general David Petraeus, chegou nesta sexta-feira a Cabul para assumir o cargo.

O general David Petraeus chegou um dia depois que sua nomeação foi confirmada pelo Senado norte-americano e apenas horas depois de a Câmara dos Deputados aprovar US$ 33 bilhões para financiar um aumento de tropas que ele espera irá mudar o rumo da guerra.

Uma emenda exigindo um cronograma para a retirada do Afeganistão não foi aprovada, mas obteve 162 votos -- a maior votação anti-guerra já conseguida na Câmara num projeto sobre o Afeganistão.

Em seu discurso, o general ressaltou a necessidade de "proteger a população e de reduzir a perda de vidas civis", um dos assuntos que mais preocupa o povo e o governo do Afeganistão.

A nomeação de Petraeus pode ser a última tentativa de Washington encerrar um conflito cada vez mais dispendioso que está exaurindo os orçamentos do Ocidente, no momento em que os países estão saindo de uma das piores recessões mundiais da história.

Uma cerimônia formal de troca de comando será realizada nos próximos dias, informaram autoridades das forças militares nesta sexta-feira.

O aumento nas tropas vai elevar para 150 mil o número de soldados estrangeiros no Afeganistão, enquanto a nova estratégia é colocada em prática. A estratégia envolve o ataque ao Taleban em suas bases, ao mesmo tempo que depende do governo para melhorar simultaneamente a governança e o desenvolvimento.

O Taleban demonstrou nesta sexta-feira como é capaz de operar fora de suas bases tradicionais, lançando uma operação ousada contra uma empresa norte-americana que fornece apoio logístico à ajuda governamental dos EUA na cidade relativamente tranquila de Kunduz, no norte do país.

Um britânico, um alemão e dois afegãos foram mortos nos ataque, segundo autoridades provinciais. Também morreram seis militantes que realizaram o atentado.

Petraeus substitui o general americano Stanley McChrystal no cargo, que renunciou no dia 23 de junho depois de fazer críticas ao presidente Barack Obama e a outros altos cargos do governo dos EUA em uma entrevista à revista "Rolling Stone".

* Com AFP e EFE

    Leia tudo sobre: Barack ObamaOtanAfeganistãoDavid Petraeus

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG