Pesquisas apontam apoio majoritário à reeleição de Chávez

Pesquisas divulgadas nesta sexta-feira na Venezuela apontam que mais da metade dos venezuelanos apóiam a emenda sobre a reeleição ilimitada impulsionada pelo presidente Hugo Chávez, que pretende continuar à frente do governo no pleito de 2012.

EFE |

Um estudo da empresa privada Datanálisis pôs o apoio à emenda em 51,5%, enquanto o Grupo de Pesquisa Social XXI, dirigido por Nelson Merentes, ex-ministro de Chávez, indicou um respaldo à proposta de 55,9%.

Segundo a Datanálisis, 51,5% dos venezuelanos apóiam a emenda, que será submetida a referendo em 15 de fevereiro, enquanto 48,1% a rejeitam.

O estudo, que tem margem de erro de 2,72%, não permite claramente "projetar um favorito", indicou à Agência Efe o diretor da Datanálisis, Luis Vicente León, ressaltando que o "não" à proposta de Chávez perdeu quatro pontos na comparação com a pesquisa de dezembro.

Segundo ele, o crescimento do "sim" à emenda deve-se basicamente aos "indecisos", em sua maioria chavistas, que se decidiram pelo apoio à proposta.

A pesquisa, realizada entre 13 e 18 de janeiro, com 1.300 entrevistas, mostra, segundo León, uma "consolidação" dos grupos, em meio a uma forte campanha do Governo que, para ele, monopoliza os espaços.

"A oposição não consegue passar sua mensagem", manifestou o diretor da Datanálisis.

Já a números do Grupo de Pesquisa Social XXI apontam que, se realizado amanhã, o referendo teria 55,9% dos venezuelanos apoiando a emenda, enquanto 40% a rejeitando.

Em comunicado, o ex-ministro de Chávez explicou que o estudo, com uma margem de erro de 2% para cima ou para baixo, foi feito com base em 2.506 entrevistas distribuídas proporcionalmente entre os 24 estados do país, entre 15 e 22 de janeiro.

Cerca de 17 milhões de venezuelanos foram convocados às urnas para opinar, no próximo dia 15 de fevereiro, sobre a proposta de permitir aos políticos escolhidos por voto popular tentar a reeleição de forma ilimitada.

Leia mais sobre: Chávez

    Leia tudo sobre: chávez

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG