Pesquisadores da Universidade de Utah identificaram um gene que aumenta o risco de graves problemas oculares e renais ligados ao diabetes.

O gene, chamado de eritropoietina (EPO), responsável pela fabricação do hormônio de mesmo nome, acelera o avanço da retinopatia diabética, uma das principais causas da cegueira irreversível, e a nefropatia, que pode levar a uma insuficiência renal.

O estudo analisou 1.618 pacientes que sofriam dos dois problemas ligados ao diabetes e outros 954 diabéticos, que não desenvolveram tais enfermidades.

A pesquisa mostrou que, se a pessoa tem uma cópia do gene mutante EPO, ela sofre mais risco de desenvolver essas duas enfermidades ligadas ao diabetes.

A retinopatia diabética é a causa mais comum de cegueira entre adultos nos Estados Unidos e o diabetes é o primeiro fator responsável pela insuficiência renal no país.

O doutor Kang Zhang, que dirigiu a pesquisa, publicada no periódico Proceedings of National Academy of Sciences, adverte para a ampla utilização de EPO para reforçar a produção de glóbulos vermelhos em pacientes diabéticos com anemia, ou que sofram de problemas renais.

"Nosso estudo sugere que é preciso ter prudência quando se mantém um alto nível de concentração de hemoglobina utilizando tratamentos com EP0 em pacientes diabéticos, devido ao risco de aceleração do avanço da retinopatia e da nefropatia", destaca o doutor Zhang.

vmt/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.