Pesquisadores desenvolvem sensor que interpreta pensamento

Cartagena (Espanha), 14 ago (EFE).- Engenheiros e neurologistas espanhóis e americanos desenvolvem um sensor capaz de interpretar à distância o pensamento humano e que, ao ser instalado em um boné ou um capacete, como se fosse uma roupa inteligente, poderá decodificar a intencionalidade do cérebro.

EFE |

O objeto foi pensado para ser aplicado em pessoas com incapacidade neurológica e no controle de unidades robotizadas, explicou em comunicado a Universidade Politécnica de Cartagena (UPCT), cujo grupo de Neurotecnologia, Controle e Robótica (Neurocor) colabora no projeto.

No texto, o professor da UPCT Juan López Coronado, responsável do grupo de pesquisa, explica que o dispositivo permite decodificar a intencionalidade do ser humano através de sensores não invasivos conectados ao córtex cerebral.

Os sensores, cuja conexão é realizada sem necessidade de perfurar a região craniana, podem chegar a interpretar aspectos básicos do pensamento com a ajuda de complexos softwares.

Segundo López Coronado, entre duas pessoas que usem o sensor instalado em um boné ou um capacete, uma delas poderá interpretar com antecipação que a outra pretende apertar sua mão para cumprimentá-la.

Entre as aplicações do projeto, que será desenvolvido pelos próximos três anos, estão a monitoração de pessoas com incapacidades neurológicas e idosos, e o controle à distância de ações robotizadas para evitar acidentes. EFE cc/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG