Pesquisadores captam imagens de galáxias extintas há 5 bilhões de anos

Santa Cruz de Tenerife (Espanha), 4 abr (EFE).- Pesquisadores espanhóis e astrofotógrafos amadores dos Estados Unidos anunciaram hoje ter conseguido captar imagens dos restos de duas antigas galáxias anãs, que podem ter se extinguido há cerca de 5 bilhões de anos.

EFE |

Na Espanha, as pesquisas foram realizadas pelo Instituto de Astrofísica das Canárias (IAC), liderados pelo astrofísico David Martinez, ao tempo que nos Estados Unidos ocorreram no Observatório BlackBird, sob o comando do astrofotógrafo R. Jay Gabany.

Esta pesquisa parte da teoria cosmológica mais aceita na atualidade, segundo a qual as galáxias espirais, como a Via Láctea, se formaram a partir do aglutinamento de galáxias anãs que orbitavam a seu redor, em um processo que durou mais de 10 bilhões de anos.

Com os potentes telescópios atuais, os astrônomos buscam os restos dessas galáxias anãs, "enterradas" no fundo estelar, e tentam reconstruir este passado cósmico a partir dos fragmentos que encontram, segundo explicou Martinez.

O cientista ressaltou a importância dos astrônomos amadores, que dedicam muitas horas à tentativa de captar imagens destes restos galácticos.

A idéia dos colaboradores é seguir buscando imagens em todas as galáxias espirais próximas à Via Láctea. EFE asd/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG