Pesquisadores australianos criam teste de datação para vinhos

Pesquisadores australianos criaram um teste para determinar a idade dos vinhos graças ao carbono-14, que permite definir com exatidão o ano de engarrafagem, o que evitará fraudes no envelhecimento da bebida.

AFP |

O teste, inventado pela Universidade de Adelaide, usa a diferença entre o carbono-12 e o carbono-14, dois isótopos presentes no gás carbônico absorvido por frutas como a uva. O carbono-12 é estável enquanto o carbono-14 é radioativo e sua quantidade varia dependendo dos anos.

A equipe mediu os níveis de carbono-14 no açúcar fermentado de 20 vinhos australianos de 1958 a 1997. Depois comparou os resultados com as mostras radioativas da atmosfera e conseguiu determinar o ano exato de cada vinho.


A idade da bebida é determinada através do teste de
carbono (Imagem/Getty Images)


Estabelecer a idade do vinho com o mesmo rigor que a de um fóssil é um caminho para evitar fraudes no envelhecimento dos vinhos caros, que representam em torno de 5% do mercado.

Mas, por enquanto, o teste é difícil e caro, porque requer um aparelho sofisticado: um espectrômetro de massas com acelerador.

Veja também:


Leia mais sobre: Vinhos

    Leia tudo sobre: vinhovinhos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG