Pesquisa registra alta do SPD a pouco mais de uma semana das eleições

Berlim, 18 set (EFE).- O Partido Social-Democrata Alemão (SPD) registrou uma alta de três pontos, até 26% das intenções de voto, a nove dias das eleições legislativas na Alemanha.

EFE |

A União - democrata-cristãos e socialismo cristão bávaros (CDU/CSU) - da chanceler federal, Angela Merkel, se mantém estável em 35%, da mesma forma que os liberais com 14%, segundo a pesquisa semanal publicada hoje pelo instituto Infratest.

Confirmando estes resultados nas eleições de 27 de setembro, a União e os liberais somariam 49% dos votos e alcançariam uma maioria parlamentar suficiente para formar uma nova coalizão de Governo, que ambas formações defendem em suas respectivas campanhas eleitorais.

Dessa maneira se daria fim à grande coalizão da União e SPD que governa Alemanha há quatro anos e os social-democratas se veriam obrigados a passar à oposição.

A pesquisa realizada por encomenda da principal rede de televisão pública alemã revela que os Verdes perdem dois pontos frente à pesquisa anterior, até 10%, enquanto A Esquerda cede um, somando 11%.

Infratest ressalta em sua análise que são muitos os eleitores indecisos e que 24% dos indagados não foram capazes de vincular seu voto a partido algum, enquanto 42% assegurou que tinha decidido a quem apoiará no pleito e 25% disse ter quase certeza.

Angela Merkel continua, por outro lado, desfrutando de um amplo apoio, já que 53% votaria à chanceler em uma eleição direta, enquanto apenas 30% votaria em seu rival e candidato do SOPD, o atual ministro de Assuntos Exteriores, Frank-Walter Steinmeier.

Além disso, uma grande maioria dos cidadãos, 58%, é propícia a uma mudança de Governo, enquanto 35% defendem a continuidade da grande coalizão. EFE jcb/fk

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG