Pesquisa mostra Obama à frente de Romney em disputa eleitoral

Ajudado por perspectiva de economia mais forte, líder dos EUA supera pela primeira vez desde julho 50% de apoio para reeleição

iG São Paulo |

AP
Obama discursa no Apollo Theatre, em NY (19/01)
Ajudado pela perspectiva de uma economia mais forte e pelo recente crescimento da oferta de empregos , o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, venceria a disputa contra os dois principais pré-candidatos republicanos, Mitt Romney e Newt Gingrich, indicou uma pesquisa nesta segunda-feira.

Saiba mais: Veja especial do iG sobre as eleições nos EUA

Reeleição: Melhora em índices econômicos é alívio, mas não salvação para Obama

Uma sondagem Washington Post-ABC News com 1 mil adultos descobriu que as perspectivas de Obama melhoraram ante seus possíveis rivais, depois que as cifras gerais do emprego aumentaram enquanto ele coordena a lenta retomada da economia.

Se a eleição fosse agora, Obama obteria 51% dos votos contra Romney, ex-governador de Massachusetts e atual favorito dos republicanos, de acordo com a pesquisa. Ele venceria com 54% dos votos contra Gingrich, o ex-presidente da Câmara dos Deputados que continua lutando para ser o indicado de seu partido.

Feita por telefone entre os dias 1 e 4 de fevereiro, a pesquisa mostrou que Obama fica à frente de Romney no que diz respeito à proteção da classe média e aos impostos. Os pesquisados também disseram que confiam mais em Obama para lidar com assuntos internacionais e com o terrorismo.

Obama e Romney, no entanto, empatam quando o assunto é criação de empregos. E mais entrevistados disseram confiar em Romney para ficar à frente da economia e lidar com o déficit do orçamento federal.

De acordo com o Washington Post, essa é a primeira vez nas enquetes, desde julho, em que Obama supera 50% de apoio entre todos os adultos quando comparado com Romney, e é a primeira vez que supera essa marca entre os eleitores registrados.

"Com o benefício de uma crescente confiança do público sobre seu manejo da economia, o presidente Obama, pela primeira vez, tem uma vantagem clara sobre o pré-candidato presidencial republicano Romney em uma potencial decisão eleitoral", segundo o Post.

No sábado, Romney ganhou facilmente as prévias do Estado de Nevada e, depois das vitórias nas primárias da Flórida e New Hampshire , consolidou sua posição à frente do quarteto de políticos que buscam a candidatura presidencial republicana.

Infográfico: Saiba quem são os principais pré-candidatos republicanos

Os resultados da enquete publicada nesta segunda-feira "revelam o quão importante será a forma como é apresentada a campanha para as eleições de novembro ", disse o jornal. "Se a campanha se transformar, principalmente, em um plebiscito sobre a gestão presidencial de Obama, como os republicanos esperam que seja, o presidente poderia ter dificuldades para ganhar um segundo mandato, a menos que a recuperação econômica supere enormemente as expectativas", acrescentou o artigo.

"Mas se a disputa se transformar em uma escolha entre o presidente em exercício e o desafiante, tal como os assessores de Obama dizem que será, a perspectiva do presidente é muito melhor", disse o Post.

Em termos gerais, 55% dos entrevistados que disseram seguir de perto a campanha desaprovam o que os aspirantes republicanos vêm dizendo. Dois em cada três entrevistados disseram que, quanto mais aprendem sobre Romney, menos gostam dele, com muitos republicanos tendo uma opinião negativa sobre o candidato, de acordo com o Post.

As coisas não são melhores com o principal concorrente de Romney, Newt Gingrich: três em cada quatro entrevistados tem uma opinião ruim sobre ele.

*Com Reuters e EFE

    Leia tudo sobre: eleição nos euaobamarepublicanosromneygingricheua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG