Pesquisa mostra militares americanos pessimistas sobre Obama

Washington, 2 jan (EFE).- Mais de 60% dos militares americanos em serviço ativo têm dúvidas ou são pessimistas a respeito do Governo de Barack Obama, revelou hoje uma pesquisa publicada pelo jornal Military Times.

EFE |

Segundo a publicação, essa desconfiança tem como base o fato de que Obama não prestou serviço militar e não tem experiência na direção de soldados, uma tarefa que lhe corresponderá como Comandante-em-Chefe de todas as Forças Armadas do país.

Além disso, Obama se opôs à invasão do Iraque, prometeu retirar as tropas de combate desse país e apóia a política de manter a participação militar de homossexuais.

A publicação inclui comentários de uma oficial de inteligência da Real Força Aérea britânica, que se pergunta quem ficará a cargo quando os americanos se retirem do Iraque.

"O que ocorre se o Iraque voltar ao caos? Em cinco anos vamos voltar a fazer o mesmo que fizemos antes?", questiona.

A publicação esclareceu que as respostas de 1.900 soldados consultados entre 1º e 8 de dezembro não são representativas de toda a força militar.

No entanto, afirmou que essas respostas ilustram os desafios que enfrentará Obama quando assumir a direção de militares que têm pontos de vista políticos opostos e atitudes culturais diferentes.

EFE ojl/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG