Pesquisa mostra Chávez com 13 pontos percentuais à frente de Capriles

Dos entrevistados, 44% preferem reeleger presidente venezuelano, que está em Cuba para sessões de radioterapia

iG São Paulo |

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, apresenta uma vantagem grande de 13 pontos percentuais sobre o candidato da oposição Henrique Capriles, de acordo com uma recente sondagem sobre as eleições de outubro .

Pré-eleição: Chávez denuncia suposto plano de ataque contra rival na Venezuela

Segundo a pesquisa da empresa local Datanálisis revelou que 44% dos eleitores pretendem votar em Chávez, contra 31% das intenções de voto vão para o candidato da coalizão União Democrática, Henrique Capriles. Não há mais detalhes sobre a sondagem, que será formalmente publicada no final da semana.

AP
Chávez chegou a Havana no sábado juntamente com a filha Rosa Virgínia
Chávez, de 57 anos, que passa por novas sessões de radioterapia em Cuba depois de uma cirurgia para retirar um tumor cancerígeno em 26 de fevereiro, continua popular em seu 13º ano no poder, especialmente entre as camadas mais pobres da população.

Indecisos

De acordo com sondagens de intenção de voto, cerca de um terço dos venezuelanos estão indecisos. A parcela de votos ainda não definidos pode mudar a vantagem dos candidatos e será disputada pelos presidenciáveis até 7 de outubro, dia previsto para que ocorra o primeiro turno da eleição presidencial.

Capriles, 39 anos, é governador do Estado de Miranda e tem sido visto como alternativa ao governo chavista e esperança para a oposição que se uniu para definir uma figura única para fazer frente a Chávez.

Apenas uma sondagem feita recentemente, pela empresa local Consultores 21, colocou Capriles perto de Chávez, com apenas 1 ponto percentual atrás. Três levantamentos no início de março mostraram o apoio a Chávez entre 52% e 57%, contra 22% e 34% para Capriles.

Entrevista ao iG: Favorito da oposição da Venezuela se inspira em Lula contra Chávez

Capriles, cujo discurso é menos combativo que o do Chávez, dis se inspirar no governo brasileiro do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com um misto de economia de livre mercado ao lado de fortes programas sociais.

Chávez, conhecido por sua feroz retórica anti-EUA e por seu discurso voltado para o que chama de “socialismo do século 21”, diz que Capriles é um representante da oligarquia desacreditada da Venezuela. A previsão é que o líder venezuelano fale ainda nesta terça-feira aos venezuelanos a partir de Cuba, onde está internado para sessões de radioterapia.

*Com Reuters

    Leia tudo sobre: venezuelacâncerchávezcaprileseleiçõeseleição na venezuelacuba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG