Pesquisa melhora cultivo de células-tronco a partir de tecidos adultos

Pesquisadores americanos anunciaram a descoberta de um método para aumentar a produção de células-tronco a partir de tecidos adultos. A técnica é mais um passo no caminho de conseguir a produção de um grande número de células-tronco sem a utilização de embriões humanos.

BBC Brasil |

O uso de embriões para o cultivo de células-tronco é polêmico porque muitos ativistas alegam que é antiético destruir embriões em nome da ciência.

Em um artigo publicado na última edição da revista especializada Nature Methods, a equipe de pesquisadores americanos relata como conseguiu, com o uso de químicos, produzir células-tronco a partir de tecidos adultos de maneira 200 vezes mais eficiente e duas vezes mais rápida que nos métodos anteriores.

As células-tronco são capazes de se desenvolver em qualquer outra célula do organismo e, por isso, são consideradas promissoras para futuros tratamentos de doenças degenerativas ou de acidentes com danos permanentes.

Vírus
A possibilidade da criação de células-tronco a partir de tecidos adultos foi descoberta pela primeira vez em 2007 por pesquisadores japoneses e americanos.

Eles haviam usado vírus para inserir quatro genes nas células que as levavam a ligar e a desligar outros genes para revertê-las ao estado de células-tronco.

Mas o processo levava semanas, e a taxa de sucesso era de apenas uma em 10 mil células.

A nova pesquisa avança sobre a de 2007 ao adicionar alguns elementos químicos para melhorar o processo.

O coordenador do estudo, Sheng Ding, disse que os pesquisadores conseguiram manipular um processo "fundamental" nas células.

"Tanto em termos de velocidade como de eficiência, nós conseguimos grandes melhorias sobre as condições convencionais", afirmou.

"Acredito que este método será rapidamente adotado pelos estudos futuros, acelerando as pesquisas significativamente", disse.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG