Pesquisa diz que ejaculação precoce é problema hereditário, e não psíquico

HAIA - Pesquisadores da Universidade de Utrecht (Holanda) concluíram que a velocidade na hora de ejacular não é um problema psíquico, mas depende de fatores hereditários.

EFE |

A chave da ejaculação precoce é uma substância chamada serotonina, que nos homens com este problema é menos ativa no cérebro e cuja disfunção tem uma raiz hereditária, publicou hoje a agência holandesa "ANP".

Os resultados da pesquisa somente são aplicáveis aos homens que tenham tido este problema desde os primeiros contatos sexuais, mas não para os que sofrem ejaculação precoce tardia, afirmaram os autores da pesquisa, o neuropsiquiatra Marcel Waldinger e o farmacólogo Paddy Janssen.

Os resultados do estudo serão publicados esta semana na revista científica "Journal of Sexual Medicine". 

Leia mais sobre pesquisas

    Leia tudo sobre: ciência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG