Pesquisa diz que 94% dos mexicanos não conhecem alguém com gripe suína

México, 4 mai (EFE).- Uma pesquisa divulgada hoje no México diz que 94% dos mexicanos não conhece diretamente alguém que tenha sido contaminado pelo vírus da gripe suína.

EFE |

O levantamento, feito por telefone pelo instituto Consulta Mitofsky com 400 pessoas, mostra que 75% dos consultados disseram não ter sequer "ouvido falar de alguém" que esteja com gripe suína.

"Apesar da gravidade dos sintomas, 87% dos cidadãos pensam que, caso alguém adoeça, o mais certo é que possa se curar da doença", destaca o estudo.

Para 65% dos entrevistados, as mortes causadas pela gripe suína ocorreram porque os pacientes demoraram para procurar ajuda médica, enquanto que 22% colocaram a culpa em deficiências no atendimento das autoridades de saúde.

De acordo com o instituto de pesquisa, a cobertura midiática do foco da doença é "um ponto positivo", já que 94% dos consultados disseram saber a quem recorrer caso algum conhecido apresente sintomas da enfermidade.

Também é alta a proporção dos mexicanos que declararam conhecer os sintomas que permitem identificar a doença - 97% -, entre os quais estão febre superior a 39°C de forma repentina, tosse, dor de cabeça intensa, dores musculares e nas articulações, irritação dos olhos e coriza.

Um total de 75% dos consultados disse que as medidas adotadas pelo Governo do México para conter a epidemia são as indicadas, e 11% do total opinou que as autoridades devem tomar iniciativas ainda mais fortes.

As opiniões se dividem quanto à informação governamental, já que 51% pensam que esta foi completa e 41%, incompleta. No entanto, 45% dos entrevistados garantiram que as autoridades estão "ocultando" informação.

Quanto ao efeito das medidas estatais para enfrentar a expansão do vírus, 80% dos participantes da pesquisa relataram que algum membro da família deixou de ir à aula; 32% cancelaram algum compromisso; 16% suspenderam viagens; e 22% disseram que alguém da família não foi trabalhar.

Hoje, as autoridades mexicanas divulgaram que subiu para 26 o número de mortos pela gripe suína em território mexicano, enquanto que a quantidade de pessoas cujos casos da doença foram confirmados chegou a 727. EFE jd/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG