Pesquisa confirma Tzipi Livni como favorita para substituir Olmert

Jerusalém - Uma nova pesquisa confirma a ministra de Assuntos Exteriores israelense, Tzipi Livni, como favorita para substituir o atual primeiro-ministro, Ehud Olmert, à frente de seu partido (Kadima) nas primárias de amanhã.

EFE |

A chefe da diplomacia israelense contaria com 47% das intenções de voto, contra 28% de seu oponente mais próximo, o ministro dos Transportes Shaul Mofaz, segundo uma enquete divulgada hoje pelo diário "Ha'aretz" e uma emissora de TV local.

Se as urnas confirmarem a pesquisa, não será necessário um segundo turno para a escolha, já que 40% dos votos são suficientes para a eleição de um dos candidatos.

A pesquisa indica que, em caso de segundo turno, Livni venceria com 50% dos votos, contra 33% de Mofaz.

Os outros dois candidatos, o ministro da Segurança Avi Dichter e o titular da Habitação Meir Sheetrit não têm chances, e aparecem com somente 6% dos votos, cada um.

A votação começará amanhã às 10h local (4h de Brasília). Cerca de 72 mil membros do Kadima poderão votar em um dos 144 pontos distribuídos por cerca de 100 localidades em todo o país.

Leia mais sobre: Israel

    Leia tudo sobre: israel

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG