Pesquisa comprova que HIV usa espécie de sinapse para se espalhar

Redação Central, 26 mar (EFE).- O vírus da aids utiliza um mecanismo parecido com as sinapses neuronais para saltar de uma célula imunológica a outra e, assim, se espalhar pelo corpo humano, de acordo com uma pesquisa de cientistas americanos.

EFE |

O estudo, realizado por cientistas da Mount Sinai School of Medicine, do National Science Foundation Center for Biophotonics Science and Technology e pela Universidade da Califórnia, foi publicado na revista "Science".

Os pesquisadores afirmam que a descoberta poderia explicar por que o HIV tem tanto sucesso ao se propagar de uma célula a outra.

Testes de laboratório demonstraram que a infecção célula a célula é muito mais eficaz que a realizada a partir de um vírus que ainda não invadiu uma célula.

Após empregar tinturas fluorescentes, os cientistas utilizaram microscopia em 3D para observar, em alta resolução, o mecanismo pelo qual o vírus passa de células imunológicas -linfócitos T- infectadas a outras saudáveis: as sinapses virais.

Essas sinapses são conexões estabelecidas entre uma célula imunológica infectada e uma saudável.

Entre elas se forma um "botão" com proteínas virais através do qual os vírus viajam antes de infectar a célula saudável em questão de dias.

Os pesquisadores explicam que estas conexões entre células são um alvo que futuros tratamentos e potenciais vacinas contra a aids devem atacar. EFE vmg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG