Pesquisa aponta vitória de Komorowski e adversário admite derrota

Conservador Jaroslaw Kaczynski parabeniza candidato liberal pela vitória no segundo turno da eleição polonesa

iG São Paulo |

Pesquisas de boca de urna apontaram o liberal Bronislaw Komorowski como vencedor do segundo turno das eleições presidenciais na Polônia, realizadas neste domingo. Após a divulgação dos números, o adversário de Kmorowski, o conservador Jaroslaw Kaczynski, reconheceu a derrota. Os resultados oficiais devem ser divulgados nesta segunda-feira.

Reuters
Bronislaw Komorowski durante discurso neste domingo

Levantamento do instituto TNS OBOP, divulgado pela emissora pública TVP, dá a Komorowski 53,1% dos votos, contra 46,9% de Jaroslaw Kaczynzki. Outra pesquisa, realizada pela emissora privada TVN, dá 51,09% dos votos para Komorowski e 48,91% para seu adversário.

"Quero parabenizar Komorowski", declarou Kaczynski, que agradeceu o apoio de seus eleitores em sua luta pela "volta dos valores e do patriotismo". "Agora é preciso se mobilizar e se preparar para as eleições parlamentares", afirmou.

Kaczynski apareceu ao lado de partidários, alguns vestidos com trajes folclóricos poloneses, e de sua sobrinha Marta, filha de seu irmão gêmeo e anterior presidente, Lech Kaczynski, morto em abril em um acidente de avião na Rússia junto com outras 95 pessoas.

Ao saber do resultado das pesquisas de boca de urna, Komorowski disse que a principal vencedora das eleições foi "a democracia". Em um discurso aos seus partidários na noite deste domingo, Komorowski demonstrou cautela e afirmou que os votos ainda estão sendo contados.

"Esta noite abriremos uma pequena garrafa de champanhe e amanhã abriremos uma grande garrafa", disse. "Agradecemos a todos, mais ainda pela campanha ter sido tão diferente, difícil, que ocorreu à sombra de uma catástrofe", acrescentou.

Komorowski é do Partido Plataforma Cívica, enquanto que Kaczynski é do Partido Lei e Justiça, conservador, fundado por ele e por seu irmão em 2001.

As eleições presidenciais polonesas foram dominadas pelo acidente de avião que matou Lech Kaczynski. E, com isso, Jaroslaw Kacynski aproveitou a onda de simpatia do público depois da tragédia ocorrida em Smolensk, e sua popularidade aumentou muito.

Komorowski já vinha exercendo a chefia de Estado interinamente desde a morte de Lech Kaczynski. No primeiro turno, Komorowski foi o candidato mais votado com 41% dos votos, seguido de Kaczynski, com 36%, e do líder da Aliança Esquerda Democrática, Grzegorz Napieralski, com 13%.

Com AFP, BBC e EFE

    Leia tudo sobre: polôniaeleição

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG