Pesca perigosa nos EUA: lançou a rede ao mar e pegou um míssil

Um pescador da Flórida (sudeste dos EUA) achou que estava em seu dia de sorte quando sentiu sua rede muito pesada mas, em vez de um grande peixe, pegou um perigoso míssil teleguiado ar-ar, ainda ativo, que flutuava nas águas do Golfo do México, informou a polícia.

AFP |

Rodney Salomon, um pescador de 37 anos e morador de Saint Peterburg, não se demonstrou muito preocupado com o estado do artefato, mas depois especialistas disseram que o míssil podia explodir a qualquer momento.

Salomon continuou pescando com o míssil em seu barco por 10 dias antes de voltar ao porto em Madeira Beach, condado de Pinellas, onde avisou às autoridades sobre sua estranha presa.

"Um esquadrão anti-explosivos da força aérea americana conseguiu desativar o míssil em uma praia vazia e disse que tinha muita corrosão porque aparentemente ficou flutuando em água salgada por muito tempo", informou o escritório do xerife do condado de Pinellas.

"O míssil estava ativo, e em condição muito estável", acrescentou a polícia, que investiga a origem e as circunstâncias em que o artefato caiu no oceano, quase 80 km em frente à cidade de Panama City, na costa do Golfo do México.

O pescador, possivelmente dono agora da melhor história entre seus colegas, pediu às autoridades a autorização de conservar a carcaça do míssil depois de desativado. Porém, o pedido foi negado, por razões de segurança.

jco/lm/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG