Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Peruana denuncia roubo de bebê, mas sua versão é contraditória

Lima, 24 nov (EFE).- Uma peruana denunciou o roubo do bebê do qual estava grávida após ter sido atropelada e permanecer inconsciente durante três dias, presumivelmente dopada com soníferos e tendo sua barriga aberta durante este tempo, informou hoje a imprensa local, ponderando diversas contradições em seu relato.

EFE |

O caso de Mary Rose Castillo, de 38 anos, veio a público no sábado, quando ela se apresentou em uma emissora de rádio de Lima para denunciar que alguém lhe tinha tomado o filho que levava no ventre, aproveitando sua inconsciência e que tinha aparecido "sem saber como" em um hospital da capital peruana.

Segundo sua denúncia, na quinta-feira passada ela foi atropelada por uma caminhonete quando saía para compras e acordou no sábado na maca de um hospital sem seu bebê e sem que ninguém pudesse informá-la do que tinha ocorrido.

No entanto, investigações policiais revelaram contradições na declaração da mãe, que ontem também afirmou que uma amiga a levara ao hospital María Auxiliadora com dores de parto e que se tinha registrado ali com um nome falso.

O diretor do hospital, Jorge Pólo, negou que a unidade tenha atendido nos últimos três dias qualquer mulher grávida em estado de inconsciência, enquanto testemunhas afirmam que Castillo foi vista no centro médico acompanhada por uma mulher.

Segundo o diário "La Republica", o caso se complicaria ainda mais depois que médicos legistas que examinaram a mãe encontraram vestígios de cocaína em seu sangue.

Além disso, o jornal sustenta que o companheiro de Castillo, César Gutiérrez, foi informado na quinta-feira de que sua mulher tinha sido levada a um hospital e que, quando foi até ele, lhe disseram que ela não estava ali.

Apesar da estranheza do caso, Gutiérrez não explicou a razão pela qual não procurou sua mulher em outro local nem se preocupou com ela até no sábado, quando apareceu sem o bebê.

Para o jornal, é possível que Castillo seja viciada em cocaína e que tenha trocado seu bebê por algumas gramas da droga. EFE amr/jp

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG