O Peru receberá em breve do Brasil dois dos quatro aviões de combate Super Tucano A-29 que negocia para lutar contra a aliança do narcotráfico com a guerrilha do Sendero Luminoso, afirmou neste domingo o ministro da Defesa, Rafael Rey.

"Já iniciamos as conversações. Há uma disposição do governo brasileiro de nos ceder a prioridade de dois aviões", afirmou o ministro citado pela agência estatal Andina.

Rey assinalou que tratou do tema esta semana com seu colega brasileiro Nelson Jobim via uma comunicação pessoal.

Os totais envolvidos na operação não foram detalhados. A Embraer teria feito uma oferta econômica de venda.

O Peru, que promove uma campanha contra o armamentismo na América do Sul, também negocia a compra de cinco tanques MBT 2000 da China.

Mas a autoridades peruanas negam que essas compras contradigam sua iniciativa contra o armamentismo e asseguram que se trata apenas de repor peças obsoletas.

ljc/ml

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.